Forro de gesso

O gesso ele não é só bonito mais como também ele é muito barato, e também ele isolamento térmico e acústico. Ele recebe formas especiais e elementos diferentes mais vai depender muito da mão de obra do trabalhador, ele também mantém a umidade do ar de áreas fechadas com a facilidade de absorver água. Por tudo isso não é bom ficar abusando com essas características que o gesso tem molhadas, as peças tem diminuída a resistência mecânica, limitando assim o seu uso a ambientes internos, construtivo, como em revestimentos, divisório e forro, e decorativo, na arquitetura de interiores.

O forro de gesso ele decora muito bem o seu ambiente, e também ele pode resolver muito problemas de vigas aparentes e rebaixamentos de um modo geral. As suas características são muito resistente a o fogo, melhor isolamento termo-acústico, economia e rapidez na instalação, e nisso que faz o forro de gesso superior aos demais. O gesso ele é forçado com fibras naturais ou até fibras de vidros, que são produzidas placas resistente mecânicas, para fins estruturais ou para vencer grandes vãos (até 3 m).

 

Temos vários tipos de forros como:

  • Gyprex: Forro removível e composto por placas de gesso acantonado, revestidas a quente, com película rígida de PVC na face aparente. Ideal para ambientes que necessitam da praticidade na limpeza e na manutenção e acesso as instalações.
  • Gyptone: Os forros removíveis Gyptone em gesso acantonado atendem as mais atuais tendências do mercado com possibilidades de superfícies lisas e perfuradas.
  • Casoprano: Os forros removíveis Casoprano atendem as mais atuais tendências do mercado com possibilidades de superfícies lisas, perfuradas ou fissuradas e texturizadas.
  • Placostil: Forro monolítico constituído de uma estrutura de aço galvanizado revestido de um gesso acantonado que é pendurado por tirantes rígidos e que é reguláveis e fixados na cobertura.

A instalação do forro de placas de gesso comum começa a inserção no teto de pinos de aço colocados a cada 60 cm no máximo que é colocado com um revolver especial. Um arame de aço ou cobre passa por um furo existente no pino e é preso na placa em um furo feito na própria obra, torcendo-o bem para amarrar a peça. Uma massa feita de pó de gesso, água e estopa é colocada junto à parede para reforçar a fixação. A moldura é fixada do mesmo jeito. As placas, com encaixes machos – e – fêmea nas laterais, recebem a mesma massa para acabamento nos rejuntes, após a retirada dos restos de fios com alicate.

Cuidados com o forro de gesso:

Você não se deve permitir impactos, pois podem quebrar.

Não fixar ganchos ou suportes para pendurar vasos ou qualquer outro objeto, pois os forros não foram dimensionados para suportar peso.

Os forros de gesso nunca podem ser molhados, pois o contato com a água faz com que o gesso se decomponha.

O bolor (manchas) no teto dos banheiros e da cozinha é causado pela umidade do banho ou preparo das refeições. Evita-se mantendo as janelas abertas durante e após o uso do ambiente. Para remover tais manchas no caso de seu aparecimento, utilizar água sanitária. Recomenda-se que os forros dos banheiros sejam repintados anualmente com tintas acrílicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *