Construir

É muito bom nós termos onde morarmos, nos abrigarmos das chuvas e tempestade fortes, dos vendavais e por que  não dizer para nossa segurança e comodidade. Para isto acontecer precisamos ter a nossa casa ou um abrigo que seja para nos resguardar, mais o conforto, a paz e tranquilidade nós só vamos encontrar quando tivermos a nossa própria casa, o nosso próprio apartamento, sitio ou uma chácara onde podemos descansar. Mais para que isto ocorra é necessário que nos esforcemos para tornar realidade, é necessária uma construção, não importa se é casa, apartamento, etc…

Toda construção em si envolve basicamente as mesmas coisas, com exceções de algumas como, prédio e apartamentos em que exige um reforço a mais no seu alicerce para que possa sustentar todo o peso do prédio que em comparação com uma casa simples é bem maior. A construção envolve: em primeiro lugar um terreno para que possa realizar a sua obra, verificar se a documentação do terreno em você está adquirindo está correta, se o terreno foi passado realmente para o seu nome, se o terreno que você vai começar a construir de fato é o seu para não construir em outro terreno por engano.

Visto isto você pode procurar um engenheiro ou arquiteto para que ele possa elaborar um clocks juntamente com você em que ambos vão compartilhar suas ideias, em que você vai expor a ele c qual o seu gosto, o que você está querendo para a sua casa e como você gostaria que ela fosse. Baseado nisto você deve fazer um planejamento financeiro não só planejar o seu imóvel, mais também o financeiro (o que vai gastar quanto custo, será que vai faltar algum material na minha obra em seu decorrer) pensar assim faz com que você fique precavido e tenha um fundo de reservar destinado somente para a construção, porque se faltar algum material ou surgir um imprevisto com saúde ou outro motivo qualquer, você já vai estar preparado.

A construção em si começa pela fundação: sapatas e tocos de colunas. Ela é a base da construção, é ela que vai sustentar todo o peso da casa e reforçar a mesma para que não ajam trincas e desabamentos, por isto, tem que se ter a maior cautela em fazê-las, caso contrario poderá comprometer toda a sua obra. Certifique-se que as medidas das sapatas e tocos de coluna estejam dentro das especificações do projeto realizado pelo engenheiro.  Depois de feito as sapatas e os tocos das colunas e estiverem e seu devido lugar (a sapata fica dentro de um buraco feito na terra, às medidas são passadas pelo engenheiro, tanto do buraco quanto das sapatas) começa-se a concretar as sapatas e os tocos.

Depois disso, fazer o cintamento de toda a obra, a cinta pode ser feita com 15x20cm de altura, sempre a altura é maior que a largura para dar mais resistência, depois faça o concreto para concretá-las, cubra bem as cintas para que não fique aparecendo às ferragens isto pode criar corrosões nas ferragens e enfraquecê-las, procure vibrar bem o concreto para não ficar algum lugar sem concreto, vazio, isto também tira sua resistência. Depois você pode impermeabilizar todo o cinta mento, evitando que aja umidade e que esta umidade cause corrosão nas ferragens e que a mesma suba para as paredes posteriormente.

Depois de impermeabilizar, faça o aterramento da fundação para isto você terá que primeiro instalar o sistema de água e esgoto, obsevar também a parte elétrica, pois, se ela for subterrânea deverá passar o comduite até o quadro de disjuntores, isto vale também para a parte telefônica e da campainha, feito isto, agora é só fazer o aterramento da fundação, mais não concreta ainda o piso espere um pouco, soque bem o aterro, jogue um pouco de água que ele seda e fique mais firme, caso contrario ele vai ceder depois de concretado e o piso ficará oco por de baixo.

Depois de socar o aterramento, de ele estar bem firme, você pode concreta-lo, posteriormente você pode começar as paredes da casa, verifique se elas estão no esquadro e no prumo como também no nível, tudo isto é muito importante, pois, na hora de respaldar as paredes para colocar a laje ela vai dar diferença e vai ter que arrumar para depois colocar a laje, o mesmo com o esquadro e prumo, isto gera gastos também já que você vai ter que tirar a diferença no reboque, vai gastar mais e a parede fora do prumo ai tirar a resistência dela com relação ao peso da laje. Feito as paredes você pode já ir enchendo os pilares juntamente com as paredes, sempre vibrando bem as caixas dos pilares para que o concreto não fique parado no meio da caixa.

Respaldado as paredes é só fazer os preparativos para colocar a laje (fazer os escoramentos da laje, verificar o nivelamento, colocar os trilhos e as tavelas, colocar as primeiras fileiras para medir os espaços de um trilho para o outro e depois você vem fechando o resto da laje, colocar as esteiras para dar um reforço na laje e não dar trincas posteriormente e concreta-las) a laje pode ser convencional de trilhos ou de treliça, consulte o seu engenheiro neste caso para ver a possibilidade. Agora é só partir pra o reboque e o acabamento final e o mais importante desfrutar daquilo que você tanto lutou para conseguir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *